Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Granja – ANGF ‘aconselha’ forcados anunciados a não pegar festival

  • 2019-02-08 00:20


Empresário garante a realização do festival, com ou sem forcados associados

A dois dias do Festival Taurino da Granja, que se realizará este sábado, 9 de Fevereiro, os cabos dos Grupos de Forcados Amadores de São Manços, Póvoa de São Miguel e Monsaraz, informaram o organizador do espectáculo, Marco Ramalho, que por ‘aconselhamento’ da Associação Nacional de Grupos de Forcados (ANGF), não irão pegar no festival.

De acordo com o e-mail a que o TouroeOuro teve acesso, enviado pela ANGF às 15.06 horas de dia 6 de Fevereiro, a todos os grupos de forcados associados, é salientado que apesar destes reconhecerem que o empresário é Marco Alexandre Godinho Ramalho, os mesmos salientam que, ‘pelo que nos foi dada informação, trata-se do filho do empresário Florindo Ramalho’, empresário que se encontra vetado pela referida associação.

Como é do conhecimento de todos, a ANGF deixou de aceitar convites para pegar espectáculos tauromáquicos organizados pelo empresário Florindo Ramalho, onde este fosse responsável ou estivesse envolvido, isto é, onde a pessoa em causa estivesse directamente ou indirectamente envolvido’, lê-se na missiva enviada pela ANGF, acrescentando ainda que a ANGF não pactua com empresários que não respeitem a Figura do Forcado Amador, ‘ao não cumprirem com o que estava estipulado pagar, como despesas e indicados nos contratos, aos Grupos de Forcados que atuaram para o mesmo’.

Para a ANGF, ‘cada Grupo de Forcados terá a responsabilidade de decidir para quem o seu Grupo de Forcados deve pegar, sendo certo que, quem não respeitar as determinações da ANGF (decididas por todos, como sabem) terá a respectivas consequências’, sem no entanto pormenorizar quais são as sanções previstas.

Recorde-se que este veto da ANGF a Florindo Ramalho surge na sequência de uma corrida que se realizou na Amareleja, a 14 de Agosto de 2015, em que terá ficado a dúvida no pagamento aos grupos de forcados presentes, facto que o empresário repudia, tendo mesmo apresentado os documentos comprovativos do pagamento, ao que o TouroeOuro apurou.

Segundo fonte próxima da empresa, deverão ser os Grupos de Forcados Amadores de Riachos e Académicos de Coimbra, duas formações não associadas, a pegar o festival que se realizará este sábado na Granja.