Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Ultima de Olivenza – Borda Morante, Roca Rey e Marín a ombros

  • 2019-03-10 20:19
  • Autor: Solange Pinto
  • Autor da Foto: João Dinis


Praça praticamente cheia e uma corrida com motivos de interesse.
Actuaram Morante de la Puebla, Roca Rey e Ginés Marín, frente a toiros de Daniel Ruiz.
Os dois toureiros mais jovens sairam em ombros pela porta grande.
CRÓNICA DA CORRIDA
GALERIA FOTOGRÁFICA

Praça praticamente cheia, tarde primaveril e ambiente ao rubro na última corrida do abono de Olivença. Toureia Morante e Roca Rey e claro, tudo mexe. Ginés Marín não quis ser, nem é já apenas espectador…

Morante tem o que todos sabemos que tem! É pinturero, cheira a toureiro a antigo e tem carisma por todos os poros… a sua mão esquerda e o seu ‘aire’ sevilhano, não passam indiferentes a ninguém… Morante levava consigo, disposição, sendo que a sua primeira faena foi de mérito e com a tal ‘gracia’… Séries por ambos os pitons, de importância inegável.

Frente ao segundo, de muleta e pelo facto do seu oponente nada ter permitido, passou discreto… de muleta! De capote, veronicas em ambos os toiros! Veronicas à Morante.

Uma orelha de lei!

Roca Rey, não viu no primeiro do seu lote, potabilidade alguma, sendo que no segundo, quis tanto, mas tanto, que à base de arrimo e improviso, arranca as duas orelhas ao Daniel Ruiz que teve por diante.

Vale a disposição dos valentes e dos importantes do mundo da tauromaquia.

Ginés Marín cortou uma orelha a cada toiro do seu lote, sendo que a segunda, terá sido quiçá insuflada pelos ânimos dos seus paisanos.

O primeiro do seu lote, permitiu ao jovem espada, levar a efeito uma agradável faena.

Terminou um dos mais célebres compromissos primeiros da temporada… Valencia está à porta, e agora sim, augurando-se ano de competição e interesse.