Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

‘Pessoalmente não gosto de touradas, mas respeito quem pensa de forma diferente…’, afirma Presidente da Câmara Municipal de Lisboa (Com Vídeo)

  • 2019-03-13 20:55
  • Autor da Foto: D.R./CML


Resultou uma vez mais num chumbo, a proposta do PAN, de tentar proibir as touradas em Lisboa, desta vez, através da Assembleia Municipal de Lisboa, onde levaram o tema a debate, com o título, ‘O Futuro do Campo Pequeno’.

Desta vez, o PAN, levou a debate os temas centrais do Campo Pequeno, uma suposta isenção de IMI, que perentoriamente o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Fernando Medina, desmentiu e argumentou que a CML mais não faz que cumprir e Lei em vigor, o processo de insolvência da empresa do Campo Pequeno, que por ser uma empresa privada, em nada pode ter interferência estatal e o fim das touradas na capital portuguesa, onde o PAN levou uma vez mais um cartão vermelho, da maioria dos deputados municipais lisboetas.

No seu tempo de intervenção sobre o tema, destaque para as declarações de Fernando Medina, que a título pessoal, manifestou que não é a favor da realização de touradas ou espectáculos tauromáquicos, mas deixou bem claro, que respeita quem pensa de forma diferente.

Fernando Medina, demonstrou ainda uma clara insatisfação para com esta intervenção do PAN, algo que considerou, ‘fazer entrar pela porta do cavalo, aquilo que não conseguiu fazer entrar pela porta principal’, numa clara alusão a que esta foi mais uma tentativa do PAN em tentar terminar com as touradas em Lisboa, depois de ter visto chumbada a sua proposta no Parlamento.