• geral@touroeouro.com

Hospital de Beja cobra 25.000 euros à família de Pedro Primo

  • 2019-04-15 09:50


O Hospital Distrital de Beja, enviou à família de Pedro Primo, uma conta de 25.000 euros, pela assistência prestada ao malogrado forcado, falecido a 6 de setembro de 2017, no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, após uma grave colhida, quando realizava a sua última pega, a 3 de Setembro, na Praça de Touros de Cuba.
 
Após a colhida, o jovem foi de imediato transportado ao Hospital de Beja, onde foi alvo dos primeiros tratamentos hospitalares, sendo que agora a unidade, apresentou à família as custas hospitalares, avança a edição desta segunda-feira do jornal Correio da Manhã.
 
Ao matutino a mãe do jovem, que faleceu aos 25 anos de idade, mostra-se revoltada com a situação, salientando que vive em condições econômicas débeis e que não sabe como fazer face as despesas hospitalares agora apresentadas,
 
Saliente-se no entanto, que Pedro Primo vivia em Cuba, apoiado por amigos, numa situação familiar conturbada, sendo acarinhado por toda a comunidade.
 
Fonte do hospitalar explicou ao Correio da Manhã que o caso está a merecer a atenção da administração, sem no entanto adiantar mais detalhes.
Quem não adiantou pormenores foi o Grupo de Forcados Amadores de Cuba, que por ser conhecedor da situação familiar em que o jovem vivia, realizou a Homenagem a Pedro Primo, sem no entsnto3 envolver a família.
 
Este é um caso que iremos acompanhar e desenvolver nas próximas horas.