Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Miguel Alvarenga: Eu fico em casa!

  • 2020-03-23 22:04
  • Autor da Foto: Emílio


'Numa hora tão difícil como todas estas que estamos a atravessar e todas as outras que hão-de vir, é tempo de darmos as mãos, mesmo que as não possamos dar...'

Numa hora tão difícil como todas estas que estamos a atravessar e todas as outras que hão-de vir, é tempo de darmos as mãos, mesmo que as não possamos dar, de unir consciências e esforços e nos compenetrarmos de uma vez por todas que se acatarmos todas as recomendações do Governo e das autoridades sanitárias, poderemos mais depressa ultrapassar esta crise e evitar uma maior propagação do vírus. É necessário e urgente que as pessoas se consciencializem e não saiam mesmo de casa. Desta vez não podemos encolher os ombros e dizer, como de costume, que “só acontece aos outros” - porque nos pode acontecer a nós. Creio, e é pena, que existe ainda uma inconsciência muito grande e que há gente, como ontem se viu, a andar nas ruas como se nada se passasse. E, afinal, passa-se e é muito mais grave do que imaginamos. Taurinamente falando, já todos percebemos que o defeso se vai prolongar por mais alguns meses, mas não é só o nosso, é o de todos. Temos as vidas adiadas - mas não as poderemos jamais ter anuladas. Vamos continuar a acreditar, e a fazer por isso, que daqui por poucos meses, não sabemos quantos, voltaremos à vida normal e nos encontraremos todos, outra vez, numa qualquer praça de toiros. Nem sempre estivemos, estamos ou estaremos de acordo, mas isso que se lixe agora, agradeço ao touroeouro ter-me trazido hoje aqui, espero que o meu contributo possa de alguma forma ser útil para todos os que me estão agora a ler. A situação não é mesmo para brincadeiras. Consciencializem-se disso a sério. E fiquem em casa. Deixem de andar em contramão. Só assim venceremos esta batalha. Cuidem-se.

Miguel Alvarenga
Jornalista em Farpas Blogue

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0