Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

“Temos em vista a instalação de 200 camas… dentro do Campo Pequeno”, afirma Director do Serviço de Infecciologia do Curry Cabral

  • 2020-03-25 10:48
  • Autor da Foto: D.R.


O Director do Serviço de Infecciologia do Hospital Curry Cabral, Dr. Fernando Maltez, fez ao final desta terça-feira, 24 de Março, um balanço dos primeiros dias da “batalha” contra o Covid-19, de que o hospital lisboeta é uma das referências, abordando no jornal digital “Observador”, todas as temáticas, bem como realizando um ponto de situação.

Para o médico, neste momento o hospital consegue estar a dar resposta a todas as necessidades, bem como fazer os testes necessários no momento, não havendo, para já, faltas de pessoal ou de materiais, que no momento considera os necessários, ainda que refira que gostaria de ter mais meios humanos disponíveis, abordando até a fase que iniciaremos no final desta semana.

Sobre o número de camas disponíveis, o clínico refere que dentro das instalações do hospital tem estado a ajustar o espaço às necessidades, podendo ai albergar cerca de trezentos doentes, mas que ainda assim, “além disso, temos também em vista cerca de 26 tendas de campanha que nos vão dar uma capacidade para mais de 200 camas, num projeto da Ordem dos Cavaleiros da Cruz de Malta, que nos vai permitir alojar esses doentes ao abrigo da intempérie dentro do Campo Pequeno.”

Esta referência ao Campo Pequeno surge horas depois do Dr. João Borges, fundado da empresa, referenciar, em declarações que aqui publicamos, que o Campo Pequeno já se deveria ter sido colocado à disposição do país, para ali poder albergar doentes, ou ser um centro de testagem.

Está assim confirmado que o Campo Pequeno poderá em breve ter uma nossa missão humanitária, ou poder ali ter instaladas, na arena, tendas de campanha que possam receber doentes infectados pelo coronavírus.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0