Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Espartinas declara-se cidade anti-taurina

  • 2021-02-12 12:34


José María Calado, um dos responsáveis do Ayuntamiento de Espartinas, declarou esta quinta-feira, ao ABC de Sevilha, que “enquanto aqui estivermos (partido Esquerda Unida) o Ayuntamiento não autorizará nenhum tipo de actividade taurina”, depois de ter sido confrontado por Agustín de Espartinas, que lhe pedia a cedência de instalações municipais para treinar, a que este também não acedeu.

Para a Praça de Touros local, inaugurada em 2005, e agora bastante degradada, José María Calado refere que o município tem já em marcha um projecto de remodelação do espaço, que pretendem transformar num local para eventos culturais e desportivos, “mas não taurinos”, referindo ainda que “mesmo que nos venham solicitar agora para realizar um espectáculo taurino, não vamos permitir, nem autorizar festejos taurinos”, refere.

Saliente-se que Espartinas é a terra Natal de um dos mais famosos toureiros espanhóis, Juan Antonio Juiz “Espartaco”, que inaugurou a Praça de Touros em 2005, formando cartel com Morante de la Puebla e Rivera Ordoñez, e a última corrida ali realizada foram os seis touros de Diego Ventura, em 2018.

Deste modo, e apesar de não ser uma decisão vinculativa, o Ayuntamiento de Espartinas pretende terminar com a actividade taurina, numa cidade às portas de Sevilha.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0