Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Beja - Aficionados solidários apoiam Bombeiros de Beja

  • 2021-10-09 22:16
  • Autor: Solange Pinto
  • Autor da Foto: João Dinis


Realizou-se neste sábado, em Beja, uma corrida de touros cujos lucros revertiam a favor da Corporação de Bombeiros locais.
Actuaram os cavaleiros António Maria Brito Paes, Marcos Bastinhas, João Pamplona, João Salgueiro da Costa e Luís Rouxinol Júnior, sendo que a pé actuou Manuel Dias Gomes.
As pegas estiveram a cargo dos Amadores de Cascais e Beja.
Lidaram-se reses de diversas ganadarias, com a Praça de Touros José Varela Crujo a registar meia entrada.
CRÓNICA DA CORRIDA
GALERIA FOTOGRÁFICA

A tauromaquia tem destas coisas e a verdade, é que a sua vertente solidária, é uma realidade com tradições já antigas...
Hoje, a corrida de Beja, foi mais um destes exemplos, com lucros a reverter a favor da Corporação de Bombeiros local, sendo que foram cerca de 10.000 euros o valor 'arrecadado'... os soldados da paz, bem merecem.

Actuaram os cavaleiros António Maria Brito Paes, Marcos Bastinhas, João Pamplona, João Salgueiro da Costa e Luís Rouxinol Júnior.
Deste naipe, em que todos estiveram bem, destacaram-se João Salgueiro da Costa e Luís Rouxinol Júnior.

António Brito Paes andou em bom plano, exibindo a sua boa monta, deixando regualres compridos e curtos, deixando uma segunda bandarilha de grande nível.

Marcos Bastinhas andou em registo alegre e comunicativo, terminando como começou, ou seja, em bom plano, com um violino e par de bandarilhas de boa nota.

João Pamplona, originário dos Açores, esteve em plano muito correcto, em Beja, deixando a ferragem da ordem de boa forma.

João Salgueiro da Costa, teve uma fase de compridos em tom apenas regular, mas seguiu para curtos, elevando o nível, de resto, a forma como tem cumprido a temporada.
Os curtos foram de grande nota, com abordagens frontais e bonitos remates das sortes.

Luís Rouxinol Júnior não deixou os seus créditos por mãos alheias. O toiro que teve por diante, não foi fácil e exigiu ao toureiro muito afinco na hora de o lidar.
Andou bem, esforçado e com sentido de toureiria, deixando a terminar um palmito carregado de valor, passando em terrenos apertados.

As pegas estiveram por conta de dois Grupos de Forcados, Amadores de Cascais e Beja.

Pelos Amadores de Cascais, estiveram Afonso Cruz, dobrando a inicial tentativa de João Tomás; João Galamba, efectivando ao primeiro intento e Carlos Dias, consumando ao primeiro intento mas desta feita, com um grupo também composto por elementos da formação alentejana de Beja.

Pelos Amadores de Beja, foram na linha da frente, os forcados Manuel Maria Vicente, efectivando à quarta tentativa e Pedro Fernandes, ao primeiro intento.

A corrida era mista, sendo que o festejo foi inaugurado com a prestação de Manuel Dias Gomes.
Gomes esteve muito vistoso de capote, com uma larga afarolada de joelhos, prosseguindo por veronicas e chicuelinas. De muleta esteve também em bom plano, com diversidade de passes e toureio em redondo de bom nível.
Feliz passagem por Beja.

Lidaram-se reses de Varela Crujo, Rio Frio e Santa Maria, destacando-se o quinto, lidado por Salgueiro da Costa, da ganadaria de Varela Crujo, premiado com volta à arena.

A Praça de Touros José Varela Crujo, registou meia entrada.

Dirigiu o festejo o Sr. Agostinho Borges, assessorado pelo médico veterinário, José Guerra.

 

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0