Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação enquanto utilizador. A desactivação desta funcionalidade poderá impedir este site de funcionar correctamente. Ao continuar a visitar o nosso site, está a aceitar esta utilização de cookies.     [Aceitar e Fechar]
  • geral@touroeouro.com

Opinião d'Ouro - Rui Bento e o erro fatal!

  • 2022-07-05 18:15
  • Autor: TouroeOuro


‘Rui Bento, não se aflija. O TouroeOuro irá à Praça de Touros do Sítio da Nazaré, sempre que entender e o interesse o justifique, e atenção, sem chantagens, nem lobbies, sem stresses…’.

A Praça de Touros Palha Blanco simbolizou para mim, nada mais, nada menos, que um marco de liberdade… sentir a brisa fresca que de quando, em vez corria, agora sem as sufocantes máscaras… as gentes que inevitavelmente nos tocam, fruto da aglomeração de público, os sons mais audíveis, as cores, os cheiros… o triunfo!

Mas sobretudo a brisa de liberdade, a mesma que senti quando actuou Juanito. Agora livre. Mesmo que a “prisão” tenha sido curta, aconteceu num período dos mais importantes da sua carreira. Um apoderado, jamais poderá querer brilhar mais do que quem se expõe à frente do toiro.

Juanito em boa hora mudou o rumo. Deixou Rui Bento, o mesmo que “tornou invisíveis ou mesmo nulas” as carreiras de Eduardo Gallo, Juan del Álamo, Tiago Carreiras, João Maria Branco… O mesmo a quem Moura Júnior “dispensou”, o mesmo, que apenas não “arruinou” António Ferrera porque a sua carreira estava já consolidada à base de pundonor…

O mesmo, que provoca reacções nos demais, relativamente aos seus toureiros actuais, mimados desde sempre pela afición e colegas e que agora, despertam reacções como a do passado sábado, em Montijo, aquando da entrega do prémio para a melhor lide...

Juanito entregou-se em Vila Franca, mas fê-lo de forma genuína, sem mandos. Sem esquemas. Sem que se inventem números… Graças a Deus que Juanito não actuou em Serpa, caso contrário não valeria a pena ter saído de casa. Estratégias bacocas num país onde até estes números são destapáveis…

Interessa passar a ideia de que há uma cabala contra os seus toureiros, quando na verdade, o que acontece é que o Sr. Rui Bento, perdeu poder negocial. Não tem a mesma importância, a mesma influência. Rui Bento, apenas foi ‘Rui Bento’, quando geriu por mais de 14 anos, o projecto Campo Pequeno. Ao tempo fê-lo bem. Muitas coisas bem… Viveu do Campo Pequeno, vestiu Campo Pequeno. Comeu Campo Pequeno, numa vida fascinante e que permitiu levar adiante, uma carreira de ‘profissional’, como o próprio apelida… Com temas injustificados, como os ‘Cerejos’ da vida, anunciados com pompa…

Admito que o fosse profissional, porque apenas um profissional deixaria cair o Campo Pequeno enquanto praça de touros. Um apaixonado pela Festa, nunca o permitiria. Teria a todo o custo alertado tudo e todos para o “Erro Fatal”. Rui Bento permitiu que tudo se cozinhasse… Chegou mesmo a proferir um discurso por ocasião do aniversário de reinauguração da catedral sem nunca falar de quem o colocou ali. Ignorou ‘os Borges’, enalteceu sempre a ‘Dama de Ferro’…

‘Dama de Ferro’, apelido pago a alguém para assim se referir à gestora de insolvência. Pagou, entenda-se, o Campo Pequeno. Pagou para isto. Pagou porque assim “estava obrigado”…

Pagou também para calar, tantas coisas...

Rui Bento está longe de servir a Festa.

Quem serve a Festa, deixa as suas questiúnculas pessoais, cumprindo todos os pressupostos vigentes na Lei. Com o TouroeOuro comete outro “Erro Fatal”.

Em Almeirim e na Nazaré incorre num crime de castração de liberdade de imprensa e atenção que não falo da festinha de hoje, feita para anunciar os nomes do costume. Falo da cobertura de eventos públicos, com obrigações que Rui Bento desconhece, ou melhor, conhece mas coloca os seus ressabiamentos pessoais novamente à frente de tudo o resto.

O TouroeOuro não necessita de marcar presença na Nazaré no dia de hoje.

Provavelmente, a Nazaré precisaria muito mais de marcar presença no TouroeOuro e a prova-lo, as contas não tão simpáticas do ano em que Rui Bento ali esteve como colaborador da Confraria, o mesmo ano, em que reatou com o TouroeOuro, porque necessitava de colocar tudo de acordo e precisava mais que nunca que nenhuma voz se levantasse contra ele. Estávamos na época ‘luta pela sobrevivência’ e permanência no Campo Pequeno. Entraria Covões! Valia tudo. Até reatar com o TouroeOuro…

O TouroeOuro sabe dos “convites” estapafúrdios que fez para hoje na Nazaré, sabe da sua intenção de nos enfraquecer e sabe sobretudo, quem está consigo, numa amizade recente, mas que apenas reafirma e faz renascer temas antigos mas lobbies actuais.

Hoje, Rui Bento é o mesmo de antes, com os mesmos valores (cada um tem os que tem e com eles morrerá...), só a importância não é a mesma…

‘Rui Bento, não se aflija. O TouroeOuro irá à Praça de Touros do Sítio da Nazaré, sempre que entender e o interesse o justifique, e atenção, sem chantagens, nem lobbies, sem stresses…’.

google.com, pub-5416276538842499, DIRECT, f08c47fec0942fa0